Espanha define faixas de horários para pessoas saírem a partir de sábado

  • Por Jovem Pan
  • 30/04/2020 17h11
EFE/Marta PérezCom 24.543 mortes computadas, a Espanha é o quarto país com mais óbitos por Covid-19 no mundo

O governo espanhol anunciou nesta quinta-feira (30) que, a partir deste sábado (2), serão determinadas diferentes faixas de horário para que a população possa sair de casa para passear ou fazer exercícios uma vez por dia em meio a pandemia de coronavírus.

Os maiores de 14 anos poderão realizar atividades das 6h às 10h e das 20h às 23h, segundo o ministro da Saúde, Salvador Illa.

Em entrevista coletiva, ele pediu “muita prudência, muita cautela” ao aproveitar essas possibilidades, de modo a evitar possíveis contágios.

Os passeios poderão ser feitos com outra pessoa, desde que as duas morem juntas, e deverão percorrer uma distância máxima de um quilômetro. A prática de exercícios deverá ser realizada individualmente, dentro do município que reside e mantendo a distância social.

Os maiores de 70 anos e as pessoas que necessitam cuidadores (idosos ou doentes) terão horários específicos para sair, de 10h às 12h e de 19h às 20h, para que não coincidam com a maior parte do resto da população.

Os jovens menores de 14 anos, que desde o domingo passado podem passear com um adulto durante uma hora, poderão sair de casa entre 12h e 19h.

Nos municípios com menos de 5 mil habitantes, onde vive aproximadamente 12% da população espanhola, não haverá faixas de horário, mas Illa insistiu para que as pessoas “evitem as aglomerações”.

Os doentes com Covid-19 ou em quarentena por terem entrado em contato com alguém contagiado não poderão sair.

Relaxamento

As novas possibilidades são as primeiras medidas de alívio para a maior parte da população, que no próximo fim de semana completará sete semanas em estado de alarme.

Dentro das novas medidas, apenas podem funcionar os setores considerados essenciais (como produção e distribuição de alimentos, indústria pesada e de construção, transportes, serviços médicos, policiais e forças armadas), enquanto os demais cidadãos só podem sair para comprar alimentos e medicamentos, ir ao médico ou passear com animais de estimação.

Com 24.543 mortes computadas, a Espanha é o quarto país com mais óbitos por Covid-19 no mundo, atrás de Estados Unidos, Itália e Reino Unido, e o segundo em número de contágios confirmados, 213.435, superada apenas pelos EUA.

* Com EFE