Estudo de fase 3 da MSD avalia se medicamento é capaz de prevenir transmissão da Covid-19

Pesquisas envolvendo o antiviral molnupiravir serão realizadas para atestar a eficácia do remédio no combate ao novo coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 06/10/2021 14h34 - Atualizado em 11/10/2021 14h40
EFE/Elvis González/ArchivoNovos testes serão realizados em diversos países do mundo, incluindo o Brasil

Um estudo de fase 3 está avaliando se o antiviral molnupiravir é capaz de prevenir a transmissão da Covid-19. O medicamento está sendo desenvolvido pela MSD em colaboração com a Ridgeback Biotherapeutics e será testado em diversos países, incluindo o Brasil, onde os voluntários serão distribuídos em sete centros: dois em São Paulo (um na Capital e outro em São José do Rio Preto, no interior do Estado), Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR), Ijuí (RS), Manaus (AM) e Campo Grande (MS). A droga está sendo testada como profilaxia pós-exposição no intuito de evitar a transmissão em pessoas que vivem com indivíduos que testaram positivo para a doença recentemente.

Resultados de testes interinos da fase 3 mostraram que o tratamento com o medicamento nos primeiros cinco dias após a apresentação de sintomas reduziu em 50% o risco de hospitalização ou morte em pacientes adultos não hospitalizados que apresentaram quadro de Covid-19 leve ou moderado. Luis Filipe Delgado, diretor de Pesquisa Clínica da MSD Brasil, disse ser importante que continuem sendo feitos estudos para encontrar maneiras de evitar a transmissão do vírus. “Se for comprovada sua eficácia e segurança, molnupiravir pode fornecer uma opção adicional importante para reduzir o impacto da Covid-19 em nossa sociedade”, disse Delgado.