Explosão possivelmente intencional deixa três feridos em Nashville, nos EUA

As vítimas foram encaminhadas para hospitais próximos, mas não estão em estado crítico; o caso está sendo investigado pelo FBI

  • Por Jovem Pan
  • 25/12/2020 14h34 - Atualizado em 25/12/2020 16h39
EFE/EPA/NASHVILLE POLICE DEPARTMENT Chamas e fumaça preta foram vistas no centro de Nashville, onde houve a explosão

Uma forte explosão de um carro no centro da cidade de Nashville, no estado do Tennessee, deixou três pessoas feridas e danificou edifícios na manhã desta sexta-feira, 25. As vítimas foram levadas para hospitais próximos, mas nenhuma apresenta condições críticas. O veículo emitia uma gravação que advertia que uma bomba explodiria “nos próximos 15 minutos”, conforme relatou em entrevista coletiva o chefe da polícia local, John Drake. Ainda não está claro quem foi o responsável pelo ocorrido. “As forças de segurança estão fechando as ruas enquanto a investigação continua”, asseguraram as autoridades locais. O FBI, responsável pela investigação de crimes federais, como violações de explosivos e atos de terrorismo, assumirá a liderança da investigação.

O porta-voz do Departamento de Polícia de Metro Nashville, Don Aaron, disse que a polícia respondeu a um chamado de tiros disparados pouco antes das 6h do horário local (9h em Brasília). No entanto, os agentes que chegaram ao local não constataram nenhum sinal de tiroteio e perceberam que havia um veículo com uma gravação que avisava: “Uma bomba explodirá nos próximos 15 minutos”. As autoridades começaram pedir para os moradores do centro de Nashville abandonarem a região. Minutos depois, aconteceu a explosão. O veículo era um motorhome, mas ainda não se sabe se havia alguém dentro dele.

Segundo emissoras de televisão locais, foi possível ver chamas e fumaça preta no centro de Nashville, o coração turístico da cidade, repleto de bares, restaurantes e estabelecimentos com música ao vivo. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já foi informado sobre o incidente. Ele passou o Natal com a sua família em Mar-a-Lago, na Flórida, onde deve permanecer até o Ano Novo.

*Com informações da EFE