Famoso restaurante flutuante de Hong Kong afunda no Mar do Sul da China

Cenário de filmes de Hollywood, o Jumbo Floating Restaurant estava fechado desde março de 2020 devido à pandemia de Covid-19

  • Por Jovem Pan
  • 21/06/2022 12h17
Peter PARKS / AFP restaurante flutuante Jumbo Floating Restaurant afundou no Mar da China Meridional no domingo, 19

Hong Kong perdeu no domingo, 19, uma antiga atração turística. O Jumbo Floating Restaurant, que já foi cenário de filmes de Holywood, afundou no Mar da China Meridional apenas uma semana após deixar o centro financeiro internacional, disse sua empresa proprietária. O gigante flutuante de 76 metros de comprimento e capacidade para 2.300 convidados virou perto das Ilhas Paracel no domingo depois de encontrar condições adversas e começou a tomar água, disse o grupo Aberdeen Restaurant Enterprises em comunicado, acrescentando que “a profundidade da água no local é de cerca de 1.000 metros, tornando extremamente difícil realizar o trabalho de resgate”, informou a empresa enfatizando que estava “muito triste com o incidente” e alertando que não há feridos.

restaurante flutuante hong kong

Jumbo Floating Restaurant foi rebocado para fora da cidade após negociações fracassadas para salvar a atração turística em dificuldades

O Jumbo de Hong Kong foi inaugurado em 1976 por Stanley Ho e era um símbolo do luxo. A empresa de investimentos Melco International Development, proprietária do local, anunciou em maio que o restaurante deixaria o centro financeiro antes que sua licença expirasse e que havia encontrado um novo operador no exterior, entretanto, não revelou o novo destino. Segundo a empresa, o estabelecimento não era mais lucrativo desde 2013 e os prejuízos acumulados ultrapassavam 100 milhões de dólar de Hong Kong, aproximadamente US$ 12,7 milhões. Projetado como um palácio imperial chinês e considerado visita obrigatória, o restaurante atraiu visitantes ilustres como a rainha Elizabeth II e Tom Cruise, e apareceu em vários filmes, incluindo no thriller científico “Contágio”, de Steven Soderbergh, sobre um vírus que mata 26 milhões de pessoas em todo o mundo. O estabelecimento estava fechado desde março de 2020 devido à pandemia de Covid-19.