Flórida supera Nova York em número de casos da Covid-19

Estado registrou 414.511 contágios e 5.894 óbitos desde o dia 1º de março; EUA têm mais de 4 milhões de contaminações

  • Por Jovem Pan
  • 26/07/2020 09h29 - Atualizado em 26/07/2020 09h30
EFE/EPA/CJ GUNTHERMundo ultrapassou a marca de 15,5 milhões de casos da Covid-19 neste sábado

A Flórida se tornou o estado com o segundo maior número de casos da Covid-19 nos Estados Unidos, atrás apenas da Califórnia, após superar Nova York neste sábado, 25, de acordo com dados de autoridades estaduais e federais. Nas últimas 24 horas, a Flórida registrou mais 12.199 casos e 124 mortes, totalizando 414.511 contágios e 5.894 óbitos desde o dia 1º de março. Com o novo balanço, o estado ultrapassou Nova York, que já contabiliza mais de 411 mil infecções pelo novo coronavírus.

Os números divulgados pelo Departamento de Saúde da Flórida neste sábado mantêm a mesma tendência da semana passada, superando 10 mil casos e 120 mortes por dia. Mais de 23 mil pessoas já foram internadas pela doença, e mais de 3,3 milhões de testes foram realizados (12,41% dos exames tiveram resultado positivo). O principal foco da Covid-19 continua sendo o sudeste do estado, nos condados de Miami-Dade, Broward e Palm Beach, onde algumas cidades ainda estão sob maiores restrições, com multas a quem não utilizar máscara e permissões para que restaurantes atendam apenas com mesas ao ar livre.

Entre os mais de 414 mil casos confirmados na Flórida até o momento, quase 180 mil se concentram nesses três condados. Miami-Dade totaliza 101.854 contágios e 1.379 mortes, Broward soma 48.187 infecções e 580 óbitos, e Palm Beach já confirmou 29.707 positivos e 752 falecimentos. Hillsborough, no centro do estado, tem 29.707 casos e 118 mortes, enquanto Duval, no norte, onde seria realizado o discurso de nomeação do presidente Donald Trump como candidato republicano às eleições, durante a Convenção Nacional Republicana, registra 19.288 contágios e 138 óbitos.

Trump, que caiu nas pesquisas de intenção de voto, inclusive na Flórida, onde ganhou em 2016, anunciou nesta semana o cancelamento da convenção após a relutância de vários setores devido à explosão da pandemia no estado. O mundo ultrapassou a marca de 15,5 milhões de casos da Covid-19 neste sábado, após registrar mais 284.083 infecções nas últimas 24 horas. Até o momento, 635.173 pessoas morreram devido à Covid-19, 6.270 delas desde a sexta-feira. Os Estados Unidos lideram o ranking, com mais de 4 milhões de casos confirmados do coronavírus.

* Com EFE