França determina fechamento de boates em meio a aumento de infecções da Covid-19

Até esta segunda-feira, cerca de 25 casos da variante Ômicron foram detectados no país

  • Por Jovem Pan
  • 07/12/2021 00h03
REUTERS/Gonzalo FuentesJovens são a maior preocupação do governo francês

A partir do dia 10 de dezembro, boates e discotecas na França serão fechadas por um mês para conter o avanço da variante ômicron da Covid-19, anunciou o primeiro-ministro Jean Castex, nesta segunda-feira, dia 6. A decisão deve impactar 1.200 estabelecimentos que reabriram em julho. Castex disse após uma reunião com o Conselho de Defesa da Saúde que o principal motivo do fechamento é o público que frequenta esses locais. “O vírus circula muito entre os jovens, até mesmo os vacinados”, informou o primeiro-ministro. Os donos dos estabelecimentos não concordaram com a medida, mesmo que o governo tenha anunciado um pacote econômico para auxílio. Em pronunciamento, Castex também pediu para que as famílias “desacelerem” antes das férias e que a população em geral tome mais cuidado ao se reunir ao ar livre ou em locais fechados como shoppings. Até esta segunda, cerca de 25 casos da variante foram detectados no país.