Furacão Jerry perde força e é rebaixado à tempestade tropical

  • Por Jovem Pan
  • 21/09/2019 16h39
Reprodução/The Weather ChannelO Jerry está a cerca de 415 quilômetros de distância de San Juan, em Porto Rico, e vem se movimentando em direção ao nordeste

Neste sábado (21), o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC) informou que o furacão Jerry foi rebaixado à tempestade tropical. Segundo o NHC, a expectativa para os próximos dias é de pouca mudança, ou seja, o fenômeno deve seguir como tempestade pelo menos até a próxima terça-feira (1).

O Jerry está a cerca de 415 quilômetros de distância de San Juan, em Porto Rico, e vem se movimentando em direção ao nordeste com uma velocidade de translação de 22 km/h. O NHC espera a manutenção dessa trajetória ao longo do dia de hoje.

De acordo com o gráfico do NHC, em cinco dias, o fenômeno pode voltar a se transformar em furacão, mas antes é esperada passagem pelas Bermudas. O Jerry chegou a atingir a categoria 2 na escala Saffir-Simpson.

Na atual temporada de furacões no Atlântico, que começou em 1° de junho e vai tá 30 de novembro, foram registrados quatro destes ciclones: Barry, Dorian, Humberto e Jerry.

Furacão Dorian

No início do mês, o furacão Dorian causou estragos nas Bahamas. O número oficial de mortos chegou a 52 e a quantidade de pessoas desaparecidas está em 1,3 mil. O secretário-geral das Organizações das Nações Unidas (ONU), António Guterres, visitou a ilha para chamar a atenção da comunidade internacional sobre a necessidade de aumentar o apoio às Bahamas após a catástrofe gerada pelo furacão e frisou que, sem uma ação urgente, a “alteração climática só pode piorar”

O secretário alertou, ainda, que milhares de pessoas continuarão necessitando ajuda com alimentos, água e refúgio nas Bahamas. Segundo a ONU, 70 mil pessoas ficaram sem casas ou tiveram as residências seriamente prejudicadas nas zonas afetadas pelo fenômeno meteorológico. O Dorian atingiu a categoria 5 na escala Saffir-Simpson.

* Com informações da EFE