Governador de NY ironiza Trump após ameaça de boicote: ‘É melhor ele trazer o Exército’

Andrew Cuomo também disse que o presidente dos Estados Unidos ‘pensa que é um rei, mas não é’

  • Por Jovem Pan
  • 03/09/2020 15h27
Darren McGee/EFEAndrew Cuomo é o atual governador de Nova York

Governador de Nova York, Andrew Cuomo disparou nesta quinta-feira, 3, contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que ameaçou cortar fundos destinados aos estados e às prefeituras liderados por democratas. O boicote do líder estadunidense afetaria Washington, Nova York, Portland e Seattle, além de outras dez municípios, todos palcos constantes de manifestações antirracismo e pela reforma da polícia por conta das violentas abordagens contra pessoas negras.

Em entrevista coletiva, Cuomo afirmou que é bom que Trump entre no Estado de Nova York com um Exército. “Ele não terá guardas suficientes para passear pelas ruas de Nova York, melhor trazer o Exército. Os nova-iorquinos não querem ter nada aliado a ele”, disse o governador. “Ele não é um rei. Ele pensa que é um rei, mas não é. Há uma Constituição e há leis – nada que ele saiba. O orçamento federal é apropriado por lei”, completou.

No Twitter, Trump afirmou que “sua administração irá fazer de tudo que estiver em seu poder para prevenir que prefeitos fracos e cidades sem lei usem dólares federais enquanto deixam anarquistas prejudicar pessoas, queimar prédios e destruir vidas e negócios”, escreveu o mandatário republicano, que cutucou o governador de Nova York em outro tweet. “O governador tem o pior recorde de mortes do vírus chinês. 11 mil pessoas foram mortas por sua incompetência”, disparou.

Nas eleições marcadas para o dia 3 de novembro, Trump terá como rival o democrata Joe Biden. Nas pesquisas recentes, o democrata vem levando leve vantagem sobre o atual líder estadunidense.