Homem é ferido em segundo ataque com faca em Glasgow nas últimas 48 horas

Na última sexta-feira (26), o sudanês Badreddin Abadlla Adam foi morto a tiros pela polícia após ferir seis pessoas a facadas no hotel Park Inn

  • Por Jovem Pan
  • 28/06/2020 13h29
EFE/EPA/StringerAtaque em Glasgow neste domingo; o segundo em 48 horas

Um homem foi ferido no segundo esfaqueamento ocorrido nas últimas 48 horas na cidade de Glasgow, na Escócia, que as forças de segurança consideram um ataque “direcionado” que não representa um risco para o resto dos cidadãos, disse um porta-voz da polícia neste domingo (28).

Após receberem uma chamada de alerta às 12h10 (horário local, 8h10 de Brasília) deste domingo, os agentes isolaram as ruas adjacentes ao hotel Premier Inn, em frente onde aconteceu o ataque, que agora está sendo investigado pelas autoridades e acredita-se que não esteja relacionado ao da última sexta.

“Os agentes estão no local. Acreditamos que foi um ataque direcionado e acreditamos que não há ameaça ao público em geral”, disse o inspetor Gareth Griffiths.

Esse ataque ocorre após o sudanês Badreddin Abadlla Adam, de 28 anos, ter sido morto a tiros pela polícia na última sexta, depois de ferir seis pessoas a facadas no hotel Park Inn, em Glasgow, que hospeda temporariamente imigrantes em busca de asilo durante a pandemia da Covid-19.

A polícia informou que a identificação do autor do ataque, supostamente um dos hóspedes do hotel, é baseada em “informações que ele forneceu este ano ao Ministério do Interior” e indicou que as investigações sobre suas motivações continuam, em uma ato que não está sendo considerado terrorismo.

Seis pessoas ficaram feridas quando o criminoso realizou seu ataque no início da tarde da última sexta, obrigando o fechamento das ruas do centro da cidade escocesa.

*Com informações da EFE