Homem que jogou garrafa em Milei durante cerimônia de posse é condenado a mais de três anos de prisão

Gastón Mercanzini, de 51 anos, está preso desde o dia 10 na penitenciária de Marcos Paz. Ele já tinha sido condenado anteriormente por violência de gênero contra a mãe de seus filhos

  • Por Jovem Pan
  • 14/05/2024 16h52 - Atualizado em 14/05/2024 18h20
Reprodução/Policia de la Ciudad agressor de milei Gastón Mercanzini, de 51 anos, confessou ter jogado garradfa

Gastón Mercanzini, de 51 anos, foi condenado e 3 anos e meio de prisão na Argentina por atirar uma garrafa no presidente Javier Milei durante a cerimônia de posse, realizada em dezembro de 2023. O homem está preso desde o dia 10 de dezembro na penitenciária de Marcos Paz. Mercanzini já tinha sido condenado anteriormente a três anos em suspensão condicional de pena por violência de gênero contra a mãe de seus filhos.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan Esportes e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

A garrafa no entanto, não atingiu Milei, mas sim o subcomissário Guillermo Armentano, da Superintendência de Segurança e Custódia da Polícia Federal Argentina.  Quando se entregou à polícia, Mercanzini pediu desculpas ao presidente e sua irmã e disse que “não queria ferir ninguém, não tive nenhuma intenção de fazê-lo. Eu não tenho militância política, as fotos que apareceram na mídia com dirigentes políticos foram tiradas por eu ser curioso”, declarou.

Ao proferir a sentença, sua sentença, a juíza Capuchetti escreveu que “os elementos de prova permitem considerar provado com o grau de certeza antes mencionado que: em 10 de dezembro de 2023, às 13 horas, na Av. Rivadavia na altura da rua Montevideo, Gastón A. Mercanzini jogou uma garrafa de vidro no Sr. presidente da Nação, Javier G. Milei, que estava junto com sua irmã, Karina E. Milei, se deslocando de pé, em um veículo da marca Mercedes Benz, preto, conversível e com destino à Casa Rosada”

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.