Índia destina quase R$ 3 bi para alimentar trabalhadores afetados por pandemia

  • Por Jovem Pan
  • 14/05/2020 16h08
EFE/EPA/HARISH TYAGIO governo indiano vai auxiliar cerca de 80 milhões de trabalhadores afetados pela pandemia

O governo da Índia anunciou nesta quinta-feira (14) um fundo de US$ 463 milhões (cerca de R$ 2,7 bilhões) para distribuir alimentos a migrantes. A expectativa é assistir cerca de 80 milhões de pessoas que trabalham fora de suas cidades afetadas pela pandemia do novo coronavírus.

O dinheiro vai principalmente para empregados que não podem trabalhar por conta da rigorosa quarentena imposta pelo governo. “Os trabalhadores migrantes que não têm cartões de racionamento receberão 5 quilos de cereais por pessoa e um quilo de legumes por família por dois meses. Cerca de 80 milhões de pessoas se beneficiarão com isso”, disse Nirmala Sitharaman, ministra das Finanças da Índia.

O governo indiano afirmou que também será fornecido crédito de US$ 661 milhões (cerca de R$ 3,9 bilhões) a vendedores ambulantes.

Com as ruas fechadas e os trens parados, trabalhadores migrantes, principalmente do ramo da construção civil, vendedores de hortaliças e motoristas, ficaram presos sem emprego ou teto no início do confinamento, em 25 de março. Alguns tentaram voltar para suas casas a pé, centenas de quilômetros de distância.

A Índia impôs um confinamento rigoroso com o objetivo de impedir a disseminação da Covid-19 no país. Até agora, são 78.003 pessoas infectadas e 2.549 mortes pela doença.

*Com EFE