Invasão de besouros mobiliza polícia em cidade da Argentina; veja vídeo

Insetos, que provavelmente foram atraídos pelo calor na província de La Pampa, causaram danos em prédios e invadiram tubulações da região

  • Por Jovem Pan
  • 13/01/2022 12h29
Aleksander Onishchuk/Reprodução de vídeo/TwitterPolícia foi acionada para administrar situação com besouros na Argentina

Uma invasão sem precedentes de besouros na cidade de Santa Isabel, na província de La Pampa, na Argentina, assustou moradores da região e gerou imagens que viralizaram nas redes sociais ao longo da última semana. A presença dos animais, chamados de “cascarudos” ou “bicho torito” em espanhol e popularmente conhecidos como “coró das pastagens” em português, não é atípica neste período do ano na região. No fim de 2021 e nos primeiros dias de 2022, algum volume já era notado nos primeiros dias de dezembro. O calor intenso que atinge a região, porém, com temperaturas crescentes que beiram os 50ºC, pode ter causado uma “superpopulação” dos bichos, que são atraídos pela luz. O volume de besouros surpreendeu os moradores e chegou a virar caso de polícia, com diversas ocorrências pedindo a retirada dos animais. Uma dessas ocorrências terminou com mais de cinco caixas lotadas dos bichos.

“A quantidade de besouros é inacreditável. Em alguns lugares, eles causaram danos nos prédios. Nas estações de polícia, eles conseguiram levantar a proteção que cobre o telhado e em alguns comércios os próprios telhados foram danificados. Há relatos de tubulações afetadas pelos bichos”, afirmou em posicionamento o chefe da polícia de Santa Isabel, Omar Sabadini. Os besouros não causam danos à saúde, mas, de acordo com autoridades locais, eles podem colidir violentamente com qualquer coisa que cruzar o seu caminho. Por isso, para evitar “ferimentos de impacto”, os moradores da região são orientados a cobrir os olhos e o rosto. Um caso semelhante de invasão de besouros ocorreu em Buenos Aires no ano de 2012, quando os animais se espalharam pelos bairros de Núñez, Palermo e Recoleta.