Irã diz duvidar que Trump tenha coragem de executar ameaças: ‘Terrorista de terno’

  • Por Jovem Pan
  • 05/01/2020 08h42
EFEO funeral do general Qassem Soleimani acontece, neste domingo (5), no Irã

O Exército do Irã respondeu, neste domingo (5), às novas ameaças feitas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, contra o país. Os militares disseram que duvidam que o norte-americano tenha coragem de executar um novo conflito.

“Num potencial conflito no futuro, o que eu não acredito que eles [americanos] tenham coragem de realizar, vai ficar mais claro onde os números 5 e 2 vão se encaixar. Dizem esse tipo de coisa para desviar a atenção da opinião pública mundial de seus atos odiosos e injustificáveis, mas duvido que tenham coragem”, afirmou o o general Abdolrahim Musavi, de acordo com a agência iraniana Irna.

Além dos militares, o ministro das Comunicações e Tecnologia da Informação do Irã, Mohammad Javad Azari-Jahromi, também se manifestou, chamando Trump de “terrorista de terno”.

Ameaças

No sábado (4), Trump fez uma série de tuítes com ameaças ao Irã. Ele afirmou que tem 52 alvos na mira caso o país resolva atacar americanos, como retaliação pela morte do general Qassem Soleimani.

“Que sirva de alerta de que se o Irã atacar quaisquer americanos ou instalações americanas, nós temos 52 locais iranianos como alvo (representando 52 reféns americanos feitos pelo Irã muitos anos atrás), alguns deles de alto nível e grande importância para o Irã e para a cultura iraniana, e esses alvos, e o próprio Irã serão atingidos muito rápido e com muita força. Os Estados Unidos não querem mais ameaças!”, escreveu.

O presidente norte americano também chamou o general de “líder terrorista” e o acusa de matar inúmeras pessoas durante sua vida.”[…] sem mencionar todas as pessoas que ele matou durante sua vida, incluindo recentemente centenas de manifestantes iranianos”.