Japão participará de programa de vacinas para Covid-19 da OMS

A plataforma do COVAX Facility canalizará os fundos fornecidos pelos países participantes para as empresas farmacêuticas que estão trabalhando no desenvolvimento da vacina, e facilitará que estes também possam ser distribuídos aos países em desenvolvimento

  • Por Jovem Pan
  • 01/09/2020 10h52
REUTERS/Dado Ruvic//File PhotoVacina desenvolvida no Reino Unido está em fase 3 de testes

O Japão segue em buscando uma vacina para a Covid-19. Nesta terça-feira, 1º, o país oriental informou que tem a intenção de participar da iniciativa OVAX Facility, promovida pela Organização Mundial da Saúde e a Gavi Alliance, para tentar fornecer acesso equitativo à do novo coronavírus. O anúncio foi feito em entrevista coletiva pelo ministro da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão, Katsunobu Kato, que espera que a iniciativa ajude a acelerar o desenvolvimento da vacina e garantir o seu fornecimento ao país asiático. “Também permite que o Japão contribua para tornar as vacinas acessíveis de uma forma justa e global”, disse o ministro japonês em seu discurso.

A plataforma do COVAX Facility canalizará os fundos fornecidos pelos países participantes para as empresas farmacêuticas que estão trabalhando no desenvolvimento da vacina, e facilitará que estes também possam ser distribuídos aos países em desenvolvimento. A meta é garantir o fornecimento de 2 bilhões de doses de vacinas até o final de 2021, negociando com um portfólio diversificado de fornecedores de vacinas que abrangem diferentes tecnologias científicas, prazos e preços.

O Japão, até o momento, não especificou qual será a sua contribuição financeira para o projeto, ao qual também aderiram outros países e organizações como a Comissão Europeia, que contribuirá com 400 milhões de euros (cerca de R$ 2,6 bilhões).

*Com informações da EFE