Joe Biden e ex-presidentes dos EUA participam de homenagens a vítimas do 11 de setembro

Atentado terrorista que matou 2.977 pessoas completa 20 anos neste sábado; Barack Obama e Bill Clinton acompanham evento em Nova York, enquanto George Bush é aguardado na Pensilvânia

  • Por Jovem Pan
  • 11/09/2021 10h51 - Atualizado em 11/09/2021 10h52
EFE/EPA/Chip Somodevilla / POOLEx-presidentes acompanham participam cerimônia neste sábado, 11, no Marco Zero, local onde ficavam as Torres Gêmeas

A imagem do 11 de setembro está na memória de todos: o coração do centro financeiro do mundo em chamas, o avião atingindo a segunda torre e o prédio desabando. Vinte anos depois do episódio, cidadãos norte-americanos se unem para homenagear as 2.977 vítimas do ataque, considerado um dos maiores atentados terroristas da história. Em razão da data, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e a primeira-dama Jill Biden participam de uma cerimônia neste sábado, 11, no Marco Zero, local onde ficavam as Torres Gêmeas e que, agora, dá lugar a um prédio único, que carrega o nome das vítimas. Além do democrata, os ex-presidentes Barack Obama e Bill Clinton também participam do evento. Biden deve visitar ainda o Pentágono e um campo perto de Shanksville, Pensilvânia, onde também comparecerá o ex-presidente George W. Bush, líder da nação em setembro de 2001. Por sua vez, Donald Trump também é esperado em Nova York.

Em pronunciamento nesta sexta-feira, o atual presidente dos Estados Unidos, pediu união aos americanos. Em um vídeo de pouco mais de seis minutos, gravado na Casa Branca, Biden homenageou os mortos nos ataques e os outros milhares de feridos, além dos bombeiros, enfermeiros e todas os envolvidos nos resgates naquele dia. Ele ressaltou que a lição central dos ataques foi que, no momento mais vulnerável da história do país, a unidade do povo americano se mostrou forte. O democrata Biden reconheceu, no entanto, que ainda é muito difícil para “crianças que cresceram sem pais, pais que sofreram sem seus filhos, maridos e esposas tiveram que encontrar caminhos em suas vidas sem seus parceiros”. Em Nova York, a semana foi de homenagens. No memorial construído no local onde ficavam as Torres Gêmeas, flores foram sendo colocadas junto aos nomes das vítimas.

*Com informações da repórter Carolina Abelin