Justiça impõe fiança de US$ 5 milhões a Steve Bannon

Ex-estrategista de Donald Trump foi preso na manhã desta quinta-feira, 20, acusado de fraude na campanha online “We Build the Wall”

  • Por Jovem Pan
  • 20/08/2020 19h36 - Atualizado em 21/08/2020 08h27
EFE/CLAUDIO PERI/ARCHIVOSteve Bannon foi preso nesta quinta-feira

A defesa de Steve Bannon, ex-estrategista de Donald Trump, fechou um acordo para tirá-lo da prisão em troca de fiança no valor de US$ 5 milhões (R$ 27 milhões). As informações são do canal de TV NBC. Bannon foi preso na manhã desta quinta-feira, 20, acusado de fraude de centenas de milhares de doações para a campanha “We Build the Wall”. Bannon, além de três outros sócios, foram indiciados pelo distrito de Nova York. Segundo a acusação, o grupo de líderes conservadores aplicou golpe de fraude que culminou em “mais de 25 milhões de dólares para construir um muro na fronteira sul dos Estados Unidos com o México”.

Segundo a NBC, Bannon teria de apresentar inicialmente garantias no valor de US$ 1,75 milhão, que poderiam incluir dinheiro vivo e propriedades, até 3 de setembro. Não há a confirmação se Bannon já teria deixado a prisão ou se o valor já foi pago. Segundo a acusação, Bannon teria desviado US$ 1 milhão da campanha virtual de doação para a construção de um muro na fronteira entre EUA e México, que teria arrecado ao todo US$ 25 milhões. Ele está com o passaporte retido pela Justiça federal de Nova York e não poderá usar aviões ou barcos privados até a conclusão do processo. O presidente Donald Trump afirmou que a prisão do ex-estrategista é “triste” e negou ter “qualquer tipo de envolvimento” com o projeto.