Keiko Fujimori pede anulação de mais de 200 mil votos das eleições no Peru

Desde segunda-feira, 7, a conservadora tem denunciado uma uma série de supostas irregularidades que ela atribui ao partido Peru Livre, de seu concorrente Pedro Castillo, que lidera a disputa

  • Por Jovem Pan
  • 10/06/2021 10h26 - Atualizado em 10/06/2021 16h42
EFE/ John ReyesKeiko Fujimori está atrás de Pedro Castillo por 71 mil votos

A candidata Keiko Fujimori, do Fuerza Popular, pediu às autoridades eleitorais do Peru, na noite de quarta-feira, 9, a anulação de 802 urnas, que correspondem a cerca de 200 mil votos. Desde segunda-feira, 7, um dia após as votações de segundo turno das eleições presidenciais no país, a conservadora tem denunciado uma uma série de supostas irregularidades que ela atribui ao partido Peru Livre, de seu concorrente Pedro Castillo, que lidera a apuração dos votos. No momento, Castillo tem 50,204% dos votos contra 49,796% de Keiko. O Escritório Nacional de Processos Eleitorais (ONPE) já processou 99,998% das atas. Segundo o jornal La República, a meta da candidata do Fuerza Popular é anular 1.013 urnas de voto em todo o país, principalmente atas da região sul. Ainda de acordo com o veículo, recursos de anulação foram apresentados nos Estados Unidos, centro de Lima, Ancash, Arequipa, Cajamarca, Cusco, Huancavelica, Loreto e Pasco.

Tabela de apuração de votos no Peru