Navalny posta foto no Instagram e diz que já ‘respira sozinho’ após envenenamento

O opositor russo passou mal durante um voo entre a Sibéria e Moscou, no final de agosto

  • Por Jovem Pan
  • 15/09/2020 10h53 - Atualizado em 15/09/2020 10h58
InstagrNAVALNY/Rede Social via REUTERSNavalny deixou o coma após ser envenenado

O líder da oposição russa Alexei Navalny publicou, nesta terça-feira, 15, uma foto em sua conta no Instagram, onde aparece no hospital universitário de La Charité, em Berlim, na companhia de sua família e com uma mensagem informando da melhora de seu estado de saúde. Na legenda, Navalny expressa sua alegria por poder respirar pela primeira vez durante um dia inteiro sem a ajuda de dispositivos médicos. “Olá, aqui é Navalny. Estou com saudades. Ainda não consigo fazer quase nada, mas ontem consegui respirar sozinho o dia todo. Geralmente eu mesmo. Não usei nenhuma ajuda externa, nem mesmo a válvula mais simples em minha garganta. Eu gostei muito disso. Um processo incrível, subestimado por muitos”, escreveu.

Em comunicado, o hospital já havia informado que Navalny havia apresentado uma clara melhora, além de ter iniciado o processo de desligá-lo do respirador e que, moderadamente, já estava deixando o leito e caminhando com relativa liberdade. O opositor russo passou mal durante um voo entre a Sibéria e Moscou, com o avião sendo obrigado a realizar um pouso de emergência em Omsk, onde recebeu tratamento em um hospital local. Posteriormente, a pedido da família, Navalny foi transferido para Berlim, onde segue internado no hospital La Charité.

As análises feitas em Navalny na Alemanha, primeiro no hospital e depois em um laboratório especializado do exército alemão, levaram à conclusão de que o opositor foi envenenado com a substância tóxica do grupo Novichok. Esses resultados foram posteriormente confirmados por laboratórios da França e Suécia. Por outro lado, os médicos russos que o atenderam em Omsk garantiram que não havia vestígios de envenenamento e ele passou mal por problemas de metabolismo.

O caso Navalny gerou uma tensão diplomática entre Berlim e Moscou, e o governo alemão pediu repetidamente ao Kremlin que ajudasse a esclarecer o fato. Segundo o jornal americano “The New York Times”, Navalny não está planeja pedir asilo na Alemanha, mas sim retornar à Rússia assim que sua saúde permitir, com o objetivo de continuar seu trabalho político. O jornal assegura que Navalny falou a respeito às autoridades alemãs, que não se manifestaram sobre o assunto. “Ele não planeja pedir asilo na Alemanha, ele planeja retornar à Rússia e continuar seu trabalho”, disse um alto funcionário alemão, que não teve a identidade revelada, citado pelo “NYT”.

*Com informações da Agência EFE

  • Tags: