Nova York tem desfile de Ação de Graças atípico por causa da Covid-19

Esse ano, o tradicional evento foi menor e sem público, mas aproveitou a ocasião para homenagear os espetáculos da Broadway que tiveram que ser cancelados em março

  • Por Jovem Pan
  • 27/11/2020 11h28
EFE/EPA/JASON SZENES

Nesta quinta-feira, 27, o tradicional desfile de Ação de Graças de Nova York foi realizado sem público e com um percurso menor devido às restrições impostas para frear a pandemia de coronavírus. Criada em 1924, a parada desse ano não quebrou a tradição dos carros alegóricos, dos gigantescos balões flutuantes e dos grupos de dança. No entanto, ela se restringiu à rua 34, onde fica a principal loja da Macy’s, e viu o público costumeiro ser substituído por policiais e técnicos que garantiam que o evento acontecesse sem incidentes, apesar da chuva.

A caravana homenageava os espetáculos da Broadway, que tiveram que fechar suas portas em março, e abriu espaço para apresentações de outras celebrações tradicionais que foram suspensas com o início da pandemia. Assim, houve intervenções dos representantes do Dia de São Patrício, que foi cancelado pela primeira vez em 258 anos, e do Desfile da Sereia, que geralmente é realizado em junho do bairro de Coney Island para abrir a temporada de verão.

*Com informações da EFE