OMS anuncia que vai retomar testes com hidroxicloroquina para tratamento de Covid-19

Os testes haviam sido suspensos pela organização no último dia 25

  • Por Jovem Pan
  • 03/06/2020 13h50
CADU ROLIM/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOOMS anuncia suspensão de testes com hidroxicloroquina

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou, durante coletiva de imprensa virtual nesta quarta-feira (3), que retomará os testes feitos com o medicamento hidroxicloroquina para tratamento de pacientes com Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus.

Os testes foram suspensos no dia 25 de maio, depois de um estudo com 96 mil pacientes, publicado na revista científica The Lancet, ter indicado não haver benefícios no uso da substância para a Covid-19. A pesquisa também apontava um risco de arritmia cardíaca nos pacientes que usaram o medicamento.

Ao anunciar o retorno dos testes, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que o quadro executivo dos ensaios, coordenados pela entidade, decidiu continuar a pesquisa com a hidroxicloroquina.

“O comitê de segurança e monitoramento de dados dos ensaios Solidariedade [feitos com hidroxicloroquina] revisou os dados. Com base nos dados sobre mortalidade disponíveis, os membros do comitê decidiram que não há motivo para modificar o protocolo do ensaio. O grupo recebeu essa recomendação e endossou a continuidade de todos os braços do ensaio Solidariedade, incluindo hidroxicloroquina”, disse.

Auditoria

Ainda nesta terça, a The Lancet informou que o estudo sobre cloroquina e hidroxicloroquina divulgado no mês passado está passando por uma auditoria para comprovação das conclusões. Em nota, a revista afirma que os resultados devem ser revelados “em breve”.

“Importantes questões científicas foram levantadas sobre dados relatados no artigo de Mandeep Mehra et al. — Hidroxicloroquina ou cloroquina com ou sem um macrolídeo para tratamento de COVID-19: uma análise de registro multinacional — publicado na The Lancet em 22 de maio de 2020. Embora uma auditoria independente da proveniência e da validade dos dados tenha sido encomendada pelos autores não afiliados ao Surgisphere e esteja em andamento, com os resultados esperados muito em breve, estamos emitindo uma manifestação de preocupação para alertar os leitores para o fato de que sérias questões científicas foram trazidas à nosso atenção. Atualizaremos este aviso assim que tivermos outras informações.”, diz a publicação.