Países apresentam plano de cooperação para investigar derrubada de avião em Teerã

  • Por Jovem Pan
  • 17/01/2020 08h14
EFE/EPA/ABEDIN TAHERKENAREHOs integrantes querem que o país persa assuma as responsabilidades perante às famílias das 176 vítimas, incluindo indenizações

O Grupo de Coordenação Internacional e Resposta à queda do voo 752, em Teerã, apresentou um planejamento de cooperação com o Irã nas investigações da tragédia.

Representantes do Canadá, Ucrânia, Suécia, Afeganistão e Reino Unido se reuniram nesta quinta-feira (16) em Londres.

Por meio de nota, as autoridades reforçaram o pedido por apurações minuciosas e independentes e a punição dos responsáveis de acordo com padrões internacionais.

Os integrantes querem que o país persa assuma as responsabilidades perante às famílias das 176 vítimas, incluindo indenizações. O Grupo pediu acesso facilitado de oficiais que vão prestar serviços consulares aos afetados, além de respeitar o desejo dos familiares pela repatriação dos corpos.

O avião da Ukraine International Airlines foi atingido por um míssil logo depois de decolar do Aeroporto Internacional de Teerã no último dia 8.

Nesta terça, o Irã anunciou a prisão de envolvidos na tragédia, mas não especificou o número de pessoas nem os nomes dos detidos.

*Com informações da repórter Nanny Cox