Pfizer e BioNTech negociam venda de 200 milhões de doses de vacina à UE

Segundo as empresas, a previsão é que a entrega do composto comece no final deste ano

  • Por Jovem Pan
  • 09/09/2020 10h57
EFE/EPA/NARONG SANGANKCaso o acordo seja fechado, será o maior pedido inicial de doses já fechados pelas companhias

As farmacêuticas Pfizer e BioNTech informaram, nesta quarta-feira, 9, que ofereceram à União Europeia (UE) a venda de 200 milhões de doses de sua possível vacina contra a Covid-19, com entrega prevista para começar ainda neste ano. Segundo as empresas, os estados membros da UE ainda teriam a opção de adicionar 100 milhões de doses do potencial imunizante, nomeado como BNT162. As doses vendidas seriam produzidas nas fábricas da BioNTech e da Pfizer na Alemanha e Bélgica, respectivamente. Se a proposta de fornecimento for aprovada, a Comissão Europeia, que está conduzindo as negociações, liderará a distribuição da dose entre seus 27 membros, relataram as empresas. Caso o acordo seja fechado, será o maior pedido inicial de doses já fechados pelas companhias.

Pfizer e BioNTech disseram ainda que também estão interessadas em fornecer a possível vacina à Covax Facility, iniciativa coliderada pela Gavi, da Fundação Bill e Melinda Gates, e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que visa a garantir amplo acesso das vacinas contra a Covid-19 a nível mundial. Nesta quarta-feira, mais cedo, a Comissão Europeia havia informou que tinha concluiu “conversas exploratórias” com a BioNTech-Pfizer, ficando mais próxima de fechar um acordo para compra das vacinas.

*Com Estadão Conteúdo