Polícia de Nova York prende 280 pessoas em noite de protestos

  • Por Jovem Pan
  • 03/06/2020 15h22
EFE/EPA/ETIENNE LAURENTProtestos contra o racismo e a morte de George Floyd se espalham nos Estados Unidos

A policía de Nova York prendeu 280 pessoas na noite de terça-feira (2), durante os protestos contra a discriminação racial e a violência policial. Os atos foram majoritariamente pacíficos, com menos distúrbios e saques do que no dia anterior, quando mais de 700 indivíduos foram detidos.

Embora milhares de pessoas tenham desafiado o toque de recolher imposto a partir das 20h e continuado a manifestação até a meia-noite, foram registrados incidentes e roubos pontuais.

De acordo com a polícia, foram 280 detenções no novo dia de protestos contra o assassinato de George Floyd, homem negro que morreu sufocado pelo policial branco Derek Chauvin em Minneapolis.

A imprensa local afirma que dois ou três agentes ficaram feridos ao longo da noite. Nesta segunda, sete policiais foram feridos. Diversos protestos foram convocados para esta quarta, em vários pontos da cidade. Na última noite, milhares de nova-iorquinos saíram às ruas para protestar pacificamente, mas alguns momentos de tensão ocorreram após o início do toque de recolher.

A polícia, mobilizada em maior número do que nos dias anteriores, fechou os acessos a várias áreas comerciais onde ocorreram saques e bloqueou a passagem de grandes grupos de manifestantes em pontes que ligam Manhattan e Brooklyn.

Apesar da aparente melhora da situação, muitas lojas e estabelecimentos amanheceram ainda protegidos por tapumes e segurança privada para evitar saques e depredação. O toque de recolher em Nova York foi decretado até domingo, véspera da reabertura econômica gradual da cidade após a pandemia de Covid-19.

*Com informações da EFE