Prêmio Nobel terá cerimônia virtual por causa da pandemia da Covid-19

Os anúncios dos prêmios – Medicina, Química, Física, Literatura e Economia, além do da Paz – serão feitos entre os dias 5 e 12 do próximo mês

  • Por Jovem Pan
  • 22/09/2020 12h11
EFE/Jessica GowFoto de arquivo do Nobel de Literatura de 2016 na Sala de Concertos de Estocolmo, na Suécia

A Fundação Nobel anunciou nesta terça-feira, 22, o cancelamento da tradicional cerimônia de premiação e celebração que estava programada para o dia 10 de dezembro, em Estocolmo, na Suécia, em virtude da pandemia da Covid-19, e com isso os prêmios serão entregues aos vencedores em seus países de origem. “As atuais circunstâncias com a pandemia fazem deste um ano único na história dos Prêmios Nobel, pois a ideia é que as medalhas e diplomas sejam entregues aos laureados com segurança em seus países, provavelmente com a ajuda de embaixadas ou universidades dos vencedores”, disse a fundação em comunicado.

Desta forma, a cerimônia de premiação na sala de concertos e o jantar na Prefeitura de Estocolmo são cancelados e, em vez disso, haverá um evento televisionado daquele local, que contará com a presença de apenas um pequeno público. A cerimônia de entrega do Prêmio Nobel da Paz será realizada em um formato reduzido este ano, no auditório da Universidade de Oslo, onde haverá uma presença limitada de público e os vencedores poderão participar “física ou digitalmente”. Mesmo antes desses detalhes serem conhecidos, o Comitê do Nobel havia comunicado que o anúncio do Prêmio da Paz, no próximo dia 9 de outubro, em Oslo, e a cerimônia de premiação deste ano teriam um formato diferente devido à pandemia.

Os anúncios dos prêmios – Medicina, Química, Física, Literatura e Economia, além do da Paz – serão feitos entre os dias 5 e 12 do próximo mês e podem ser acompanhados virtualmente e nas redes sociais, enquanto que as cerimônias e atos de entrega dos prêmios serão televisionados.

*Com informações da Agência EFE