Rússia envia equipe em missão para gravar primeiro filme no espaço

Atriz e diretor de cinema foram colocados em foguete que saiu da Terra nesta terça-feira, 6, do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão

  • Por Jovem Pan
  • 06/10/2021 11h44
Andrey Shelepin/GCTC/Roscosmos/Handout via REUTERS Atriz e diretor devem passar 12 dias no espaço

A Rússia enviou ao espaço com sucesso nesta terça-feira, 6, uma equipe formada por três pessoas para cumprir o Projeto Vyzor, uma missão que tem como intuito gravar o primeiro filme da história em órbita. O foguete enviado pelo Kremlin à Estação Espacial Internacional foi um Soyuz MS-19. Ele partiu do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, tripulado pela atriz Yulia Peresild, pelo diretor Klim Shipenko e pelo cosmonauta experiente Anton Shkaplerov. A viagem até a Estação levou 3 horas e meia e foi realizada sem qualquer intercorrência. A dupla de trabalhadores da indústria cinematográfica russa foi ao Espaço gravar trechos do filme “Challange” (“Desafio”, em português), no qual uma cirurgiã, interpretada por Yulia, vai até a Estação Espacial para salvar um membro da equipe de cosmonautas que precisava de uma operação de emergência em órbita. Após 12 dias no Espaço.

A expectativa é de que a atriz e o diretor voltem à Terra acompanhados de outro cosmonauta russo após 12 dias de gravações. “Temos sido pioneiros no espaço e vamos manter essa posição de confiança”, afirmou o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, à imprensa local. Ele considerou que a missão tem função de “ajudar a lustrar a glória espacial da nação”. Ao todo, quatro meses de preparo foram necessários para que a atriz e o diretor fossem considerados em condições de ir ao espaço. “Foi psicologicamente, fisicamente e moralmente difícil, mas acho que assim que atingirmos o nosso objetivo, tudo isso vai parecer não ter sido tão difícil e vamos lembrar com um sorriso”, afirmou Klim Shipenko, de 38 anos. O filme vai ter outras cenas gravadas na Terra e contará com a participação de dois cosmonautas que estão no espaço: Oleg Novitskiy e Pyotr Dubrov. O filme é produzido com ajuda do Channal One, emissora de TV controlada pelo governo local.