Secretário da ONU pede medidas imediatas para proteger as mulheres

De acordo Antonio Guterres, a doença provocada pelo novo coronavírus pode acabar com uma geração de avanços sobre igualdade de gênero

  • Por Jovem Pan
  • 01/10/2020 12h23
EFE/EPA/ETIENNE LAURENTA ONU está preocupada com a situação das mulheres durante a pandemia

O secretário geral da ONU, Antonio Guterres, afirmou nesta quinta-feira, 1º, que a pandemia da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, pode acabar com uma geração de avanços sobre igualdade de gênero, por isso, cobrou medidas imediatas para proteger as mulheres. “A menos que atuemos agora, a Covid-19 poderia aniquilar uma geração de frágil progresso em direção à igualdade de gênero” afirmou o português, durante reunião da Assembleia Geral, que celebra os 25 anos da Declaração de Pequim, primeiro grande acordo global pelos direitos da mulher.

O secretário-geral das Nações Unidas admitiu que a pandemia voltou a colocar em evidência a necessidade de dar impulso urgente à “promessa descumprida de Pequim”, para mudar os sistemas e as estruturas do mundo, “baseados em milênios de dominação masculina”. Segundo o diplomata português, a desigualdade de gênero é acima de tudo uma “questão de poder”, portanto, para responder a ela é preciso começar por alcançar uma representação igualitária das mulheres em posições de liderança, tanto públicas quanto privadas.

*Com informações da Agência EFE