Sobe para 66 número de mortos após passagem de tufão no Japão

  • Por Jovem Pan
  • 15/10/2019 12h02
EFE12 mil residências foram inundadas

Subiu para 66 o total de mortos em razão do tufão Hagibis, que atingiu o Japão no último fim de semana. As buscas por vítimas continuam e as Forças de Autodefesa do país foram enviadas, nesta terça-feira (15), à província de Nagano para ajudar nas operações.

O tufão causou ventos fortes e chuvas torrenciais, levando cerca de 200 rios a transbordarem. Diques romperam em 50 rios, causando inundações em várias localidades. A província de Fukushima, no nordeste do Japão, foi uma das regiões mais atingidas, onde houve pelo menos 25 mortes.

Funcionários da Agência de Meteorologia disseram que várias regiões receberam 40% do total anual de precipitação em dois dias. A chuva pesada também causou cerca de 140 deslizamentos de terra em todo o país. Na província de Gunma, quatro pessoas morreram porque suas casas levadas pela enxurrada.

Além disso, cerca de 35 mil residências continuam sem energia elétrica. Outros 130 mil lares continuam sem água nesta terça-feira e ainda não se sabe quando os serviços serão restaurados.

Alagamentos

NHK, agência de informações japonesa, apurou que 12 mil residências foram inundadas pelo tufão. De acordo com a emissora, cerca de 900 casas foram destruídas ou parcialmente danificadas.

As águas subiram acima do nível do solo em 7.907 residências em 16 províncias, como Nagano e Tochigi. Em 4.296 residências de 21 províncias, incluindo Shizuoka e Saitama, a água invadiu as casas pelo subsolo.

Um total de 66 residências em sete províncias ficaram parcialmente destruídas, enquanto 914 em 20 províncias, incluindo Tóquio e Kanagawa, ficaram parcialmente danificadas.

*Com informações da Agência Brasil