Tempestade causa morte e deixa mais de 1 milhão sem luz nos EUA

Isaías também gerou complicações no transporte público nos estados de Nova York e Nova Jersey

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2020 21h10
EFE/EPA/JUSTIN LANENúmero de cortes de energia só foi superado durante o furacão Sandy, em 2012, e na tempestade tropical Irene, em 2011

Um homem de 60 anos morreu nesta terça-feira, 4, em Nova York, devido as rajadas de vento de até 110 km/h e fortes chuvas que atingiram o estado norte-americano. Ele estava dentro do próprio veículo, no distrito do Queens, quando uma árvore caiu sobre o automóvel. A tempestade também gerou complicações no transporte público e deixou milhares de clientes sem luz. Outra pessoa ficou ferida e está em estado crítico após ter sido atingida por uma árvore no Brooklyn, onde um edifício de três andares desmoronou, sem vítimas.

A tempestade chamada de Isaías causou grandes problemas no sistema de transportes, forçando a suspensão temporária de linhas de metrô a céu aberto e trem, além de interdições no trânsito em várias pontes. A companhia elétrica Con Edison informou que cerca de 110 mil clientes sofreram cortes no fornecimento de energia. De acordo com o canal local “NY1”, este número só foi superado durante o furacão Sandy, em 2012, e na tempestade tropical Irene, em 2011.

No estado vizinho Nova Jersey o impacto foi muito pior. Quase 1,4 milhão de clientes, entre residências e negócios, ficaram sem eletricidade devido a tempestade Isaías. De acordo com o portal “NJ.com”, esse número representa mais de 25% do total de clientes da região. Na noite de sábado, o furacão foi rebaixado para tempestade tropical.

* Com EFE