Tubarão de 400 anos é visto pela primeira vez em mar do Caribe

Animal estava a sete mil quilômetros do seu habitat natural, as águas congelantes do Ártico; especialistas não sabem o que o levou até ali

  • Por Jovem Pan
  • 01/08/2022 17h13 - Atualizado em 04/08/2022 12h03
Reprodução/DevanshiKasana tubarão de 400 anos (1) Tubarão de 400 anos vive nas profundezas do oceano

Um tubarão de 400 anos foi visto pela primeira vez no mar do Caribe. O episódio inusitado foi captura pela pesquisadora Devanshi Kasana, que estava trabalhando junto a pescadores para marca tubarões-tigre quando percebeu a presença de um animal diferente e mais lerdo do que os demais. “Eu sabia que era algo incomum e os pescadores também, que nunca tinham visto nada parecido em todos os seus anos de pesca”, declarou a mulher. “No início, eu tinha certeza de que era outra coisa, como um tubarão de seis brânquias que são bem conhecidos das águas profundas dos recifes de coral”, acrescentou. Não se sabe ao certo qual a espécie do animal, contudo, especialista em tubarão da Groenlândia ouvidos por Kasana, dizem se tratar se um “tubarão-da-Groenlândia” ou “tubarão-dorminhoco”, que costuma habitar águas congelantes do Ártico, mas que estava a sete mil quilômetros de seu habitat natural. Ainda não se sabe o que o animal estava fazendo nas águas quentes do Caribe, porém, por se tratar de uma espécie que ainda é desconhecida, os especialistas não descartam que estivesse vasculhando as profundezas do oceano, assim como outros da mesma família. O caso virou um artigo científico e foi publicada na revista Marine Biology. A longevidade do animal tem relação com movimento lento que desacelera o seu crescimento.