Tumulto em evento religioso deixa dezenas de mortos em Israel

Cerca de 44 pessoas morreram e outras 100 se feriram durante o feriado judaico de Lag Baomer nesta sexta-feira (horário local)

  • Por Jovem Pan
  • 30/04/2021 00h20 - Atualizado em 30/04/2021 01h48
EFE/EPA/DAVID COHEN Tumulto aconteceu na madrugada desta sexta-feira e deixou 44 mortos e mais de 100 feridos

Um tumulto durante uma peregrinação judaica em Israel nesta sexta-feira, 30, (noite de quinta-feira no Brasil) deixou 44 mortos e mais de 100 feridos, de acordo com os socorristas da Magen David Adom. Inicialmente, a Cruz Vermelha israelense tinha informado que 20 pessoas estavam em estado crítico, antes de revisar para ‘dezenas de mortos’ e feridos graves. Segundo o ‘The Times’ de Israel, as vítimas foram pisoteadas. A tragédia aconteceu durante a peregrinação anual do feriado judaico de Lag Baomer, no norte do país, em torno do túmulo do rabino Shimon Bar Yojai. O evento recebeu milhares de pessoas e foi o maior desde o início da pandemia de Covid-19 no país.

As autoridades permitiram a presença de 10 mil pessoas, mas os organizadores estimaram que pelo menos 30 mil pessoas estavam presentes. No entanto, a imprensa calculou 100 mil participantes. Segundo a mídia local, 5 mil policiais foram designados para a segurança do evento que ainda teve muitos relatos de desmaio devido ao calor e algumas queimaduras provocadas por fogueiras, que fazem parte do ritual. Em 2019, um ano antes da pandemia, os organizadores do Lag Baomer estimaram que 250 mil pessoas compareceram ao local.