Tensão na Venezuela: Chegada de Guaidó à Assembleia causa tumulto

  • Por Jovem Pan
  • 07/01/2020 12h32 - Atualizado em 07/01/2020 12h36
REUTERS/Manaure QuinteroGuaidó afirmou que presidirá sessão no parlamento nesta terça-feira (7)

O autoproclamado presidente da Venezuela, Juan Guaidó, tentou, junto de outros políticos da oposição, entrar no parlamento do país, nesta terça-feira (7). Inicialmente, ele foi barrado pela força policial, mas, posteriormente, conseguiu entrar na Assembleia, de acordo com a agência internacional Reuters.

No último domingo (5), em um dia conturbado, opositores de Maduro, inclusive Guaidó, foram impedidos de entrar no palácio legislativo ao tentar participar de votação que elegeu o novo representante do parlamento. Do lado de dentro do edifício, apoiadores de Maduro aprovaram, em uma sessão relâmpago e sem quórum, a eleição de Luis Parra para presidir o órgão.

A Assembleia Nacional realiza nesta tarde a primeira sessão sob presidência do deputado Luis Parra – novo líder não reconhecido pela oposição. Guaidó reforçou, mais cedo, que iria presidir a sessão na casa legislativa.

Maduro afirmou, em rede nacional, que reconhece a eleição de Luis Parra e que Guaidó é um “fantoche do imperialismo americano”.

Luis Parra foi expulso do partido de oposição a Maduro, o Primeiro Justiça, no final do ano passado por denúncias de corrupção.