Vice Miss filipina é encontrada morta; polícia suspeita de estupro coletivo

Jovem foi achada desacordada na banheira de um quarto do hotel City Garden, na cidade de Makati, e estaria coberta de machucados e cortes

  • Por Jovem Pan
  • 05/01/2021 19h40 - Atualizado em 05/01/2021 20h33
Reprodução/Facebook/Miss Silka Davao 2017Christine Dacera no concurso Miss Silka Davao de 2017

A polícia das Filipinas suspeita que a comissária de bordo e vice-campeã do concurso Miss Silka Davao de 2017, Christine Dacera, de 23 anos, tenho sofrido estupro coletivo na noite do Ano-Novo. A jovem foi encontrada desacordada na banheira de um quarto do hotel City Garden, na cidade de Makati, e os amigos a levaram ao hospital, onde ela foi declarada morta. De acordo com o jornal The Sun, ela estaria em uma festa com cerca de 10 amigos e um deles, Rommel Galida, acordou por volta das 10h da manhã e notou que Christine estava dormindo na banheira. Ele contou que a cobriu com um cobertor, antes de voltar a dormir.

Quando Galida acordou algumas horas depois, encontrou a amiga inconsciente e com a pele azul. Os colegas de trabalho tentaram reanimá-la com massagem cardíaca, mas ela não respondeu. Christine foi levada por três amigos ao hospital, mas foi declarada morta ainda na chegada. O hospital informou às autoridades sobre a sua morte no dia 1º de janeiro, segundo informou o coronel-chefe Harold Depositar ao jornal local Pilipino Star Ngayon. Os investigadores ainda estão aguardando a autópsia, mas confirmaram que o corpo da jovem tinha diversos cortes e machucados, incluindo nos pulsos e joelhos. Uma das teorias é que ela tenha sido estuprada por uma pessoa ou por um grupo. Os policiais esperam, ainda, pelo exame toxicológico para saber se ela fez uso de drogas ou álcool. A segunda causa da morte foi um aneurisma cerebral.