Pelo menos 27 guerrilheiros das Farc são mortos em 4 dias de ofensiva militar

  • Por Agencia EFE
  • 23/01/2014 20h08

Bogotá, 23 jan (EFE).- O ministro da Defesa da Colômbia, Juan Carlos Pinzón, fez nesta quinta-feira um balanço da ofensiva realizada pela polícia nos últimos quatro dias em vários lugares do país e ressaltou que o balanço nas fileiras das Farc é de 27 guerrilheiros mortos.

O titular da Defesa fez a apuração destas operações em um ato público na Base Aérea de Apiay, no departamento (estado) de Meta, região na qual foi registrado na quarta-feira o terceiro bombardeio das Forças Militares e da Polícia contra a Frente Sétima da guerrilha após a trégua de Natal.

O ministro também disse que nestas operações um total de 56 insurgentes foram “neutralizados”, ou seja, mortos em combate, detidos ou desmobilizados.

O Comando Geral das Forças Militares informou por sua vez que 21 guerrilheiros foram capturados, entre eles três menores de idade, e oito rebeldes que se entregaram voluntariamente à tropa.

Além disso, Pinzón ressaltou outro “grande golpe” nos últimos dias contra a segunda guerrilha do país, o Exército de Libertação Nacional (ELN) que acabou também com a captura de seis de seus integrantes.

O ministro explicou que a operação de Meta foi “magnífica” porque “afetou um acampamento no qual estavam em cursos tentando criar novas gerações” de guerrilheiros.

No transcorrido de 2014, a polícia matou em combates 38 guerrilheiros das Farc, 76 foram detidos e 53 desmobilizados. EFE

agp/ma