PM à paisana é baleado após tentativa de assalto na zona oeste

  • Por Jovem Pan
  • 13/10/2015 08h16
O governador Geraldo Alckmin acompanha o lançamento do Reforço de Policiamento no Morumbi. Data: 10/10/2014. Local: São Paulo/SP. Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIAPolícia Militar do estado de São Paulo

Policial militar à paisana é baleado por assaltantes na região de Pirituba, na Zona Oeste de São Paulo. A troca de tiros entre um PM e dois criminosos ocorreu por volta de 21h desta segunda-feira (13) na Rua Adolfo Souza Carneiro.

Segundo a Polícia, o cunhado do militar estava parado em frente ao portão da residência, ao lado de seu veículo, um Hyundai Veloster preto. Os dois suspeitos surgiram a pé, e um deles exibiu uma arma, anunciando o assalto e exigindo que ele entregasse o carro.

De dentro da casa, o policial, que estava de folga e viu a abordagem, sacou sua arma e passou a trocar tiros com os ladrões, que saíram correndo. Em uma rua próxima, a dupla rendeu o motorista de um Toyota Fielder, também preto, e roubaram o carro.

Em seguida, eles passaram novamente em frente a casa do PM, momento em que o suspeito que estava no banco do passageiro começou a atirar. O policial revidou, mas errou e acabou baleado em uma das pernas e na barriga, de raspão.

Ele foi levado por um resgate dos bombeiros para o pronto-socorro de Pirituba, onde foi medicado e está fora de perigo.

Após atirar no policial, os criminosos fugiram em alta velocidade, até que, na Avenida Mutinga com a Avenida do Anastácio, colidiram contra um Monza. Com o impacto, o Toyota parou de funcionar, e os ladrões decidiram assaltar um motoqueiro que estava parado no semáforo e que teve de entregar a moto.

Pouco depois, dois suspeitos, em uma moto, trocaram tiros com PMs em Osasco, município vizinho, e um deles acabou morrendo, mas a dupla não foi reconhecida como a mesma envolvida nos assaltos ocorridos em Pirituba.