Ao lado de Moro, Santos Cruz se filia ao Podemos e critica ‘extremismo da esquerda e direita’

Ex-ministro da Secretaria de Governo de Bolsonaro disse acreditar no projeto do ex-juiz e defendeu campanha sem fake news

  • Por Jovem Pan
  • 25/11/2021 16h19
Robert Alves/PodemosSantos Cruz se filiou ao Podemos e mostrou apoio a candidatura de Moro à Presidência

O ex-ministro da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz, se filiou ao Podemos nesta quinta-feira, 25, em Brasília. Ao lado do ex-juiz Sergio Moro, ele defendeu o diálogo e criticou o “extremismo” da esquerda e da direita. “Acredito no projeto e na pessoa de Sergio Moro. É uma oportunidade participar e apoiar esse projeto liderado pelo Podemos”, declarou. “O respeito tem que ser restaurado no Brasil. Respeito às pessoas, às instituições, aos demais partidos. Diálogo e respeito devem ser mantidos. Não podemos descer para uma campanha de fake news em que o Brasil não vai ganhar nada. Esse extremismo entre direita e esquerda leva à violência. O Brasil tem que repudiar todo esse fanatismo político”, afirmou Santos Cruz. O ex-ministro também fez críticas à criminalização da política. “A política não pode ser criminalizada. A política é a única forma de mudar a realidade. As soluções devem aparecer dentro do processo político”, completou. Sergio Moro afirmou que a filiação de Santos Cruz representa “o projeto que queremos para o Brasil”.