Bolsonaro afirma que ‘perpetuar alguns benefícios é caminho para o insucesso’

Presidente não deixa claro a qual benefício se refere; auxílio emergencial termina no fim de dezembro

  • Por Jovem Pan
  • 01/12/2020 15h44
WALLACE MARTINS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 26/11/2020Recentemente, Jair Bolsonaro afirmou que a continuidade ou não do auxílio emergencial é uma decisão do Ministério da Economia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta terça-feira, 1º, que perpetuar alguns benefícios seria o caminho para o “insucesso”. A afirmação foi feita durante visita do presidente à Foz do Iguaçu, no Paraná, para visitar obras da Ponte da Integração Brasil-Paraguai. “Ajudamos o povo do Brasil com alguns projetos por ocasião da pandemia. Você fez o mesmo no Paraguai, aqui do lado”, disse em referência ao presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez, que também estava presente no evento. “Alguns querem perpetuar alguns benefícios. Ninguém vive dessa forma. É o caminho certo para o insucesso”, declarou Bolsonaro.

O presidente não deixa claro a qual benefício está se referindo, mas atores da sociedade e alguns parlamentares têm pedido a prorrogação do auxílio emergencial, que termina em 31 de dezembro de 2020. No domingo, 29, Bolsonaro afirmou que a continuidade ou não do auxílio é uma decisão do Ministério da Economia. No entanto, ao ser um pouco mais questionado, o mandatário afirmou que o impacto fiscal do auxílio concedido neste ano já foi muito elevado e muito provavelmente o país não tem fôlego e espaço para continuar com o projeto.