Bolsonaro chama Moro de ‘mentiroso deslavado’: ‘Aprendeu rapidamente a velha política’

Presidente rebateu falas do ex-ministro da Justiça, que afirmou que o presidente teria comemorado a soltura de Lula

  • Por Jovem Pan
  • 02/12/2021 20h08 - Atualizado em 02/12/2021 20h15
WALLACE MARTINS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOPresidente criticou ex-ministro Sergio Moro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) rebateu o ex-ministro da Justiça Sergio Moro nesta quinta-feira, 2, fez diversas críticas e o chamou de “mentiroso deslavado”. O ex-juiz afirmou, em entrevista à Rádio Jovem Pan do Paraná, que o chefe do Executivo comemorou a soltura de Lula. “O que a gente sabia é que o Planalto, o presidente comemorou quando o Lula foi solto em 2019 porque ele entendia que aquilo beneficiava ele literalmente”, declarou. Bolsonaro, por sua vez, disse que Moro “mentiu descaradamente” e fez “papel de palhaço”. “Eu não queria tocar nesse assunto aqui porque mexe com ex-ministro, mas esse cara está mentindo descaradamente. O cara quer ser candidato, é um direito dele, mas em vez de mostrar o que ele fez, fica só apontando dedo para os outros e mentindo. É o caso do Sergio Moro”, afirmou o mandatário durante sua live semanal. “É um papel de palhaço, um cara sem caráter”, completou. 

O presidente também citou a “Vaza Jato”, série de reportagens do site The Intercept Brasil que divulgou trocas de mensagens entre Moro e outros procuradores da Lava Jato. Bolsonaro afirmou que acompanhou o ex-juiz em vários eventos para “dar moral” para e então ministro. “Quando estourou aquele caso da Vaza Jato, o que eu fiz com ele dia 11 de junho para fortalece-lo, porque ele estava abatido: eu fui com ele no evento da Marinha. Logo depois, estive aqui no Mané Garrincha, no jogo do Flamengo, dando moral para ele”, disse o chefe do Executivo, mostrando uma foto com o ex-juiz no estádio. “Mentiroso deslavado. Ficar fazendo campanha na base da mentira? Aprendeu rápido, hein, Sergio Moro? Aprendeu rápido a velha politica”, concluiu. 

Assista à live do presidente Jair Bolsonaro no programa “Os Pingos Nos Is”: