Carlos Bolsonaro chora durante sessão para cassar vereador Dr. Jairinho

Votação que determinou cassação do vereador envolvido na morte de Henry Borel aconteceu nesta quarta-feira, 30

  • Por Jovem Pan
  • 01/07/2021 15h24 - Atualizado em 01/07/2021 15h40
Reprodução/TV Câmara RioCarlos participou da sessão por videoconferência

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, chorou durante a sessão da Câmara Municipal do Rio de Janeiro que determinou a cassação do mandato de Dr. Jairinho, preso por torturar até a morte o menino Henry Borel, de 4 anos. A decisão foi tomada na sessão da última quarta-feira, 30, de forma unânime pelos parlamentares, com o placar de 49 a 0 – um dos vereadores estava de licença. Em sua fala, Carlos Bolsonaro disse ter ficado emocionado em pensar em perder um ente querido e citou o atentado a faca contra seu pai durante a campanha eleitoral de 2018. “É impossível eu não trazer a memória do dia 6 de setembro de 2018. Para eu entender o que estava acontecendo, demorou. Vi meu velho caído no chão, esfaqueado, quase morto, com um rasgo em sua barriga”, disse o vereador. Além de Jairinho, a mãe de Henry, Monique Medeiros, também está presa por ter acobertado as agressões à criança.