Em disputa acirrada, Edmilson Rodrigues é eleito prefeito de Belém

Segundo a última pesquisa Ibope, divulgada neste sábado, o candidato eleito pelo PSOL apresentava 58% dos votos válidos, contra 42% de seu adversário, Delegado Federal Eguchi

  • Por Jovem Pan
  • 29/11/2020 17h55 - Atualizado em 29/11/2020 21h59
Reprodução/Facebook/edmilsonpsolEdmilson Rodrigues foi eleito prefeito de Belém, capital do Pará, neste domingo

Neste domingo, 29 de novembro, a cidade de Belém, no Pará, foi às urnas e decidiu eleger o atual deputado federal Edmilson Rodrigues (PSOL) como prefeito da cidade pelos próximos quatro anos. O psolista teve 51,76% dos votos, contra 48,24% de Delegado Federal Eguchi (Patriota), seu adversário neste segundo turno e apoiador do presidente Jair Bolsonaro. Este será o terceiro mandato de Rodrigues como prefeito da cidade onde nasceu, cargo que ocupou em 1996 e também em 2004, quando era filiado ao PT. Na última pesquisa Ibope, divulgada neste sábado, 28, Rodrigues tinha 58% dos votos válidos, subindo seis pontos percentuais em comparação com a pesquisa Ibope anterior, que havia sido divulgada no dia 21 de novembro. Já Eguchi caiu de 48% para 42% entre uma pesquisa e outra.

A candidatura de Rodrigues teve apoio de vários artistas, como Gretchen, Caetano Veloso, Fafá de Belém e Gaby Amarantos. Pouco antes da finalização da apuração, o candidato do PSOL publicou a frase “O prefeito ta ON” em seu perfil no Twitter. No primeiro turno, Edmilson Rodrigues alcançou 34,22% dos votos, e Delegado Federal Eguchi teve 23,06% dos votos. Isso já mostrava que a disputa entre eles seria acirrada. Eguchi disputou sua primeira eleição em 2018, concorrendo a deputado federal pelo PSL no Paraná. Mesmo obtendo 52 mil votos, ele não conseguiu uma cadeira na Câmara dos Deputados. O delegado da Polícia Federal mudou de partido e tentou o cargo na prefeitura da capital paraense agora, mas não conseguiu.