Em disputa acirrada, José Sarto é eleito prefeito de Fortaleza

Apoiado por PT, PCdoB e PSOL, Sarto (PDT) conquistou a capital em sua primeira disputa a um cargo no executivo

  • Por Jovem Pan
  • 29/11/2020 19h20 - Atualizado em 29/11/2020 19h33
Paulo Rocha/Assembleia Legislativa do Estado do CearáJosé Sarto (PDT) foi eleito prefeito de Fortaleza apoiado por PT, PCdoB e PSOL

José Sarto, do PDT, foi eleito prefeito de Fortaleza, no Ceará, neste domingo, 29, com 51,69% dos votos. No segundo turno das eleições municipais, Sarto venceu a disputa acirrada contra o Capitão Wagner, candidato lançado pelo Pros e apoiado por Jair Bolsonaro (sem partido), que contabilizou 48,31% dos votos. Sarto também liderou a disputa durante o primeiro turno, com 35,72% dos votos válidos, contra 33,32% acumulados por Capitão Wagner. Apesar de iniciar sua carreira política em 1988 e estar no sétimo mandato consecutivo como deputado estadual, José Sarto disputou um cargo no executivo pela primeira vez neste ano, tendo seu nome escolhido após uma prévia realizada pelo PDT.

No segundo turno, Sarto contou com o apoio do governador do Ceará, Camilo Santana (PT). Em uma publicação nas redes sociais, Santana pediu o apoio dos cidadãos de Fortaleza ao candidato do PDT, afirmando que sua vitória seria “pelo bem da capital”. ” Também peço aos demais candidatos que disputaram o 1º turno, que sigam juntos nessa corrente com Sarto. O projeto de uma Fortaleza melhor deve estar acima de projetos pessoais ou partidários”, afirmou o governador. Além de Camilo Santana, a candidatura de José Sarto também recebeu o apoio do Partido dos Trabalhadores (PT) de Fortaleza, do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). Em 1988, Sarto ingressou na política sendo eleito vereador de Fortaleza. Em 1992, foi reeleito. Ocupou, pela primeira vez, uma cadeira como deputado estadual em 1994, sendo reconduzido ao cargo mais outras seis vezes. Em 2019, assumiu a presidência da Assembleia Legislativa do Ceará. José Sarto já ocupou cargos decisivos em governos, sendo líder do governo Cid Gomes (PDT) e vice-líder do governo Camilo Santana (PT).