Ministro Barroso usa termo racista durante entrevista e se desculpa

Presidente do TSE participou do programa J10, da GloboNews, apresentado pela jornalista Aline Midlej nesta segunda-feira

  • Por Jovem Pan
  • 05/10/2021 18h13
Reprodução/ GloboNews barroso na globonews No momento da fala, jornalistas pareceram desconfortáveis

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Luis Roberto Barroso, causou desconforto ao utilizar um termo racista durante entrevista ao canal GloboNews na noite desta segunda-feira, 4. Ao cumprimentar as jornalistas Aline Midlej e Flávia Oliveira, ambas negras, ele utilizou o termo ‘inveja branca’ para dizer que queria estar no Rio de Janeiro igual a elas. “Inveja branca de vocês que estão aí no Rio. Aliás, essa frase já é politicamente incorreta, antigamente se dizia isso”, se corrigiu o ministro. A apresentadora, Aline, respondeu em seguida. “Ministro, eu ia falar isso. Olhei para a Flávia meio assim, de canto de olho. Um ministro tão elegante, tão carinhoso. A gente está em constante aprendizado, está tudo certo”.

O ministro, então, pediu desculpas pela fala. “Perdão, perdão, imediatamente. A gente, na vida, deve saber pedir desculpas. Então vou começar de novo. Boa noite, Aline, boa noite Flávia, que bom que vocês estão aí no Rio. Estamos ralando aqui em Brasília“, afirmou. O termo ‘inveja branca’ é muito criticado por associar a ideia de que uma coisa positiva tenha associação com branco. Nesse sentido, que a inveja é algo ruim, mas ao ser classificada como ‘branca’ é suavizada.