PF cumpre mandado de busca e apreensão contra ex-estagiária de Lewandowski

Ação ocorre por ordem do ministro Alexandre de Moraes; Tatiana Garcia Bressan também presta depoimento à Polícia Federal nesta quinta-feira

  • Por Jovem Pan
  • 07/10/2021 15h20 - Atualizado em 07/10/2021 15h37
Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF Ação ocorre por ordem do ministro Alexandre de Moraes

A Polícia Federal cumpre nesta quinta-feira, 7, mandado de busca e apreensão em um endereço de Tatiana Garcia Bressan, ex-estagiária do gabinete do ministro Ricardo Lewandowski no Supremo Tribunal Federal (STF). A ex-funcionária também presta depoimento à PF. A ação ocorre por ordem do ministro Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito das fake news. Ele tomou a decisão após uma reportagem da Folha de S.Paulo revelar que Tatiana passava informações ao blogueiro Allan dos Santos, investigado no mesmo inquérito. Mensagens obtidas pela PF mostram que ele pediu que a estagiária atuasse como “informante” no gabinete de Lewandowski. “Será uma honra. Estou lá kkk”, respondeu. Segundo a PF, a ação tem como objetivo “investigar crimes praticados mediante a propagação de notícias falsas, denunciações caluniosas, ameaças e infrações que podem configurar calúnia, difamação e injúria contra os membros da Suprema Corte e seus familiares.”