PSDB se reúne para buscar solução após aplicativo de votação das prévias apresentar instabilidade

Sistema escolhido pelo partido para os filiados votarem registrou problemas durante todo o dia

  • Por Jovem Pan
  • 21/11/2021 17h23 - Atualizado em 21/11/2021 17h24
Felipe Rau/Estadão Conteúdo - 12/11/2021 Com Arthur Virgílio em primeiro plano, Eduardo Leite atrás dele e Doria desfocado, os três candidatos nas prévias tucanas posam perfilados para foto Arthur Virgilio, Eduardo Leite e João Doria disputam as prévias do PSDB pela candidatura à presidência da República em 2022

As prévias do PSDB para escolher quem será o candidato do partido nas eleições presidenciais de 2022 continuam gerando polêmicas neste domingo, 21, dia da votação. A plataforma usada para registrar o voto apresentou instabilidade durante todo o dia, deixando diversos filiados sem conseguir votar. Mais cedo, o presidente do PSDB de São Paulo, Marco Vinholi, emitiu uma nota dizendo que cerca de 62% do total de filiados do Estado não conseguiram acessar a plataforma para votar até as 12h30 deste domingo. A princípio, a votação foi ampliada até as 18h. No entanto, após os problemas no sistema persistirem, o governador de São Paulo, João Doria, que é candidato nas prévias, afirmou que estava a caminho da sede do PSDB para uma reunião com o presidente nacional do partido, Bruno Araújo, para tomarem uma decisão em conjunto. “Estamos a caminho, Arthur Virgílio e eu, da sede do PSDB para reunião com Bruno Araújo. Nossa posição é clara. Queremos prévias, lisura e que todos os filiados cadastrados tenham direito garantido ao voto”, afirmou Doria. O governador e seu adversário Arthur Virgílio marcaram uma coletiva para as 18h, horário marcado para o fim da votação, para falar sobre a decisão da legenda.