Rosa Weber autoriza inquérito contra senador após falas sobre ferimentos de Joice Hasselmann

Em live realizada em julho, Styvenson Valentim insinuou que a deputada teria usado drogas

  • Por Jovem Pan
  • 26/08/2021 17h01 - Atualizado em 26/08/2021 18h14
Edson Rodrigues/Agência SenadoRosa Weber autorizou abertura de inquérito contra o senador Styvenson Valentim

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de um inquérito para apurar falas do senador Styvenson Valentim (Pode-RS) sobre os ferimentos da deputada federal Joice Hasselmann. A magistrada atendeu ao pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Em uma live realizada em julho, Styvenson insinuou que a deputada teria usado drogas. “Aquilo ali; das duas uma: ou duas de quinhentos (Styvenson leva as mãos à cabeça, fazendo chifres) ou uma carreira muito grande (inspira, como se cheirasse cocaína). Aí ficou doida e pronto… saiu batendo”, afirmou o senador na ocasião. Rosa Weber fixou o prazo de 90 dias para a abertura do inquérito, que vai apurar a suspeita da prática de crime contra a honra da deputada.

No dia 18 de julho, Joice relatou ter acordado com marcas de sangue no chão do apartamento onde mora, em Brasília, e disse não lembrar do que ocorreu. Na ocasião, a deputada afirmou acreditar ter sido vítima de um atentado e acionou a Polícia Legislativa. No último dia 13, a Polícia Civil concluiu que a parlamentar sofreu “queda de própria altura” e não há elementos que apontem prática de violência doméstica ou agressão por parte de terceiros. Em nota, Styvenson Valentim afirmou que recebeu a decisão da ministra Rosa Weber com naturalidade. O senador disse ainda que “está à disposição das autoridades para esclarecer a sua fala proferida em uma live nas redes sociais e confiante que a justiça fará o seu trabalho de forma imparcial e isenta.”