Sem França, Haddad lidera com 34%; Tarcísio e Garcia empatam com 13%, diz Datafolha

No cenário com o ex-governador de São Paulo, que chega aos 16%, petista tem 28%, ante 12% do ex-ministro da Infraestrutura e 10% do tucano; pesquisa foi divulgada pelo instituto na noite desta quinta-feira, 30

  • Por Jovem Pan
  • 30/06/2022 19h51 - Atualizado em 30/06/2022 20h17
WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEÚDO Fernando Haddad Fernando Haddad (PT) lidera a corrida pelo Palácio dos Bandeirantes nos dois cenários divulgados pelo Datafolha

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) lidera a corrida ao governo de São Paulo, com 34% das intenções de voto. É o que aponta pesquisa Datafolha divulgada na noite desta quinta-feira, 30. O petista consolida na corrida ao Palácio dos Bandeirantes no cenário sem o ex-governador Márcio França (PSB), que deve desistir de sua pré-candidatura e ser lançado ao Senado na chapa do Partido dos Trabalhadores (PT). A possibilidade de recuo do pré-candidato do PSB ganhou força dentro do PT com a decisão do jornalista José Luiz Datena (PSC), que desistiu de sua pré-candidatura ao Senado nesta quinta. A movimentação contribui para o desfecho das tratativas entre petistas e pessebistas no maior Estado do país. Sem França, o ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos) e o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), estão empatados, com 13% das intenções de voto. Gabriel Colombo (PCB) tem 3% das intenções de voto, seguido por Felício Ramuth (PSD) e Altino Junior (PSTU), que têm 2%, Vinicius Poit (Novo), Abraham Weintraub (Brasil 35) e Elvis Cezar (PDT), que têm 1%. Brancos e nulos somam 20% e os indecisos, 9%.

No cenário que inclui Márcio França, Haddad segue na liderança, mas alcança 28%. O postulante do PSB, por sua vez, tem 16% das intenções de voto. O ex-ministro da Infraestrutura e o tucano têm, respectivamente, 12% e 10%, tecnicamente empatados. Ramuth e Colombo têm 2%, ante 1% de Poit, Weintraub, Junior e Cezar. Neste cenário, brancos e nulos somam 16%; 9% estão indecisos. Na pesquisa anterior, em abril, Fernando Haddad (PT) tinha 29% das intenções de voto, seguido por Márcio França (PSB), com 20%; apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro, Tarcísio somava 10%, e Rodrigo Garcia (PSDB), 6%, empatados no limite da margem de erro. O instituto entrevistou 1.806 eleitores entre a terça-feira, 28, e a quinta-feira, 30. A margem de erro é de dois pontos percentuais. A pesquisa, contratada pelo jornal Folha de S. Paulo, está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número SP-02523/2022.