Senador protocola pedido para que Carlos Wizard seja ouvido na CPI da Covid-19

Ação foi feita por Alessandro Vieira (Cidadania-SE), que quer ouvir o empresário para esclarecer detalhes sobre um ‘Ministério Paralelo da Saúde’

  • Por Jovem Pan
  • 17/05/2021 19h53 - Atualizado em 17/05/2021 20h38
Fabiano Accorsi/DivulgaçãoSenador diz que empresário fez parte de suposto "Ministério Paralelo da Saúde"

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) protocolou nesta segunda-feira, 17, um requerimento para que o empresário Carlos Wizard deponha na CPI da Covid-19. Segundo o parlamentar, o intuito da oitiva seria obter mais detalhes sobre o suposto “Ministério Paralelo da Saúde” do governo de Jair Bolsonaro. Segundo Vieira, o ‘ministério’ seria responsável por aconselhar, de maneira extraoficial, o governo federal nas “medidas de enfrentamento da pandemia” de Covid-19. O senador destaca a utilização de “medicamento sem eficácia comprovada e o apoio a teorias como a imunidade de rebanho”. Fundador da rede de idiomas Wizard, o empresário foi convidado a assumir a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos em junho de 2020, mas desistiu da ideia antes de ser empossado.