Shell vende fatia em projeto no Brasil para Qatar Petroleum por US$ 1 bilhão

  • Por Agencia EFE
  • 29/01/2014 11h17

Rio de Janeiro, 29 jan (EFE).- A subsidiária da Shell no Brasil, a britânica Royal Dutch Shell, vendeu 23% de sua participação no projeto conhecido como Parque das Conchas (BC-10) para a Catar Petroleum International, por cerca de US$ 1 bilhão.

Apesar da venda, a Shell manterá o controle sobre do projeto Parque das Conchas (BC-10), um complexo de produção em águas profundas situado na bacia de Campos e a cerca de 110 quilômetros do litoral do Espírito Santo.

Este complexo entrou em operação em 2009 e produz atualmente cerca de 50 mil barris de petróleo por dia. Sua segunda fase entrou em operação em outubro de 2003 e deve somar outros 35 mil barris diários, e a terceira, aprovada em julho, agregará 28 mil barris diários.

“A Shell seguirá operando o BC-10, com uma participação de 50%, e mantém uma presença significativa em exploração e produção de petróleo e gás no Brasil”, segundo o comunicado divulgado pela companhia petrolífera.

A empresa opera atualmente duas plataformas de produção e armazenamento de petróleo e gás em águas profundas brasileiras para explorar o Parque das Conchas e os blocos Bijupirá e Salema.

A empresa também integrou o consórcio que venceu em outubro o leilão para operar o campo de Libra, a maior jazida de hidrocarbonetos até agora descoberta no Brasil.

O campo de Libra se encontra na bacia marítima de Santos, a 183 quilômetros do litoral do Rio de Janeiro e tem reservas de entre 8 e 12 bilhões de barris de petróleo, o que poderia quase duplicar as reservas provadas do Brasil.

O consórcio que explorará esta riqueza é integrado pela Petrobras (40%), Shell (20%), a francesa Total (10%) e as petrolíferas China National Corporation (10%) e China National Offshore Oil Corporation (10%). EFE