Check list, ansiolíticos e legumes orgânicos: as novidades de trocar os 20 pelos 40

Entre uma série de coisas, ter quarenta anos é não falar tanta besteira e ter poucos e bons amigos

  • Por Bia Garbato
  • 15/09/2021 10h00
UnsplashNão ter mais 20 anos é ter no vocabulário os termos: to do, check list e follow up

Você sabe que não tem mais 20 anos quando a melhor companhia é você mesma. E o melhor programa é o Netflix. Quando você deixa de pintar o cabelo só porque quer, o seu shampoo passa a custar três dígitos e o protetor solar deixa de ser coisa de praia. Quando você passa a pagar seguro residencial, do carro e de vida. Quando você vai a um psiquiatra e passa a saber o que são ansiolíticos. Quando você começa a entender o que é mamografia e colonoscopia. Não ter mais 20 anos é adorar hotéis boutique. E esquecer de vez as palavras albergue e camping. É ter no vocabulário os termos: to do, check list e follow up. É se dar conta que pizza, pastel e brigadeiro engordam e trocar o quarteirão com queijo por morangos orgânicos e frango Korin. Descobrir o ciático e, em seguida, o Pilates. É passar a adorar difusores de ambiente. É tomar porre de vinho caro e não mais de cerveja barata. Mas ficar de cama no dia seguinte e inválida(o) por mais dois dias. É ter uma tatuagem que você achava incrível e que agora parece uma borboleta psicodélica bêbada. É não se apaixonar cada dia por um olhar, mas se apaixonar todo dia pelo mesmo olhar. Ter 40 é não falar tanta besteira. Ter poucos e bons amigos. Parar de brigar com os irmãos. Aprender a fazer o risoto perfeito. É saber quem a gente é. E ter muita história para contar.