Bruno Garschagen: Entrada do Brasil na OCDE deve acontecer mais cedo ou mais tarde

  • Por Jovem Pan
  • 11/10/2019 07h48
Alan Santos/PRApós dar prioridade para a Romênia e Argentina ingressarem na OCDE, o presidente norte-americano reafirmou que também defende o Brasil

Donald Trump confirma apoio a entrada do Brasil na OCDE. Após dar prioridade para a Romênia e Argentina ingressarem na Organização, o presidente norte-americano reafirmou que também defende que o Brasil se torne membro-pleno.

“O presidente Donald Trump publicamente, em seu Twitter, ratificou o apoio que já tinha se tornado público em um comunicado conjunto em março. Neste comunicado, na parte final, o presidente Trump dizia que saudava os esforços do Brasil no campo de reformas econômicas, melhores práticas e marcos regulatórios.”

“Um dos critérios para esse apoio dos EUA é o critério cronológico. Aqueles países que os EUA apoiam e já haviam manifestado interesse e apoio, entraram. Foi o caso da Argentina e da Romênia. Isso não significa que o Brasil perdeu apoio dos Estados Unidos. Isso ficou muito claro ontem. Se o objetivo é atender às condições e o Brasil tem feito isso, acho que a entrada vai acontecer mais cedo ou mais tarde. O apoio dos EUA continua e o Brasil deve entrar na OCDE”, explica Bruno.