Saiba quais vinhos combinam com peixes de água doce

A costela de tambaqui pode receber bem tanto um branco sem madeira como um tinto com boa acidez; já o pacu frito pede um vinho verde português bem gelado

  • Por Esper Chacur Filho
  • 10/09/2021 10h00 - Atualizado em 10/09/2021 15h06
UnsplashOs acompanhamentos influenciam na hora de escolher qual vinho saborear com um bom peixe

Um dos meus pratos preferidos é a costela de tambaqui grelhada no carvão. Outro peixe de água doce muito bacana é o pacu, frito, acompanhado de uma farofa de banana da terra. Mas que vinho beber com essas delícias dos nossos rios? Bem, antes de tudo, temos que lembrar que os peixes que vivem nas águas fluviais do Brasil, especialmente os do Pantanal e da Amazônia, são gordos e de carne com gosto pronunciado. Assim, a acidez do vinho deve ser considerada como definidora para a eleição. 

Uma costela de tambaqui, por exemplo, dependendo do que a acompanha (arroz, farofa de frutas), pode receber bem tanto um branco sem madeira como um tinto com boa acidez e sem muito corpo. Eu ficaria entre um Pinot Noir francês mais simples ou um argentino Sauvignon Blanc, também simples, sem madeira. Já o pacu frito pede um branco jovem e fresco. Eu elegeria, no caso, um vinho verde português bem gelado. Agora, se tiver que escolher o vinho para acompanhar postas de pintado ensopadas e pirão, prefiro um chardonnay do Novo Mundo. Por exemplo, um chileno bem jovem. Se o prato for um tucunaré grelhado com um risoto leve, até arriscaria um Pinot Grigio ou um Sauvignon Blanc, da Califórnia ou da Austrália. Salut!